Há bem pouco tempo, um amigo num comentário sobre meus
 textos de abertura do site,disse que constantemente eu me
remetia ao passado como se vivesse dele e tivesse a satisfação de escrevê-los.
Tentei olhar pelo outro lado como leitora e deparei-me que
a crítica era totalmente verdadeira..
Eu não caminho..Dou círculos..
Retomo aos lugares que me fizeram sentir segura.
Testei e enviei a alguém um e-mail em branco como nunca havia feito..
Sou uma vitrolinha..
Havia TANTO a dizer mas...talvez não devesse...
Não esperava um entendimento e para surpresa recebi de volta
 como presente,uma folha em branco para que compusesse uma nova estória..
Fiquei sem ação..
Uma leve brincadeira deveria transformar-se em atitude...
Tentei ousar nesta folha...
O que desejava dizer no AGORA?
Olhava e um turbilhão de pensamentos brotavam..
Mas ao escrever, tudo era PASSADO...
Momentos de amor, de alegria, de decepção,
de choros, de erros e acertos..
Cada parágrafo me transferia ao que eu fui e
nunca ao que eu queria ou desejaria.
O que é importante colocar numa folha em branco com o título,
refaça sua estória.???
Que difícil!!!!!
Sempre traduzi sentimentos e através das palavras eu colocava minha alma..
Mas eram sentimentos sentidos e vividos.
Esboçar sentimentos passados até torna-se relativamente fácil..
Mas pensar em aspirações, objetivos, buscas, esperança,
torna-se profundamente embaraçoso..
O que desejo agora?
O que espero nesse momento da minha vida?
Será que terei coragem de não apenas CONTAR e sim voltar
 a retomar minha estória de vida?
Quantos rabiscos serão necessários?
 Quantas vezes terei que apagar ações impensadas
sem a desculpa de que passaram?
Percebo que tal qual essa folha em branco, a vida nos permite mudar..
Recomeçar...
Engraçado o medo que nos assola quando recebemos uma folha
em branco e nos dizem : USE-A...
Nos atrapalhamos, atropelamos e ficamos horas a fio sem saber o
que realmente seria importante colocar ali..
Olhos fixos na tela..
Dedos parados..
Falta de inspiração..
 Censura..Cansaço..Dúvidas..
A folha em branco ..E estou cheia de incertezas..
Diversas estradas sem saber que rumo tomar.
Existe ainda um mundo que precisa ser vivido..
Parei no tempo...Alimento-me covardemente de lembranças..
Não encontro o mundo que devo viver..
Refugio-me então em sonhos..
Escondo-me no meu mundinho como uma proteção..
Virei paciente enquanto a vida pulsa por
 ser agente neste caminhar..
Só não podemos permitir que essa página em branco seja escrita
 por outro em nosso lugar..
Embora a idéia sempre tenha estado NUA, dedico aos dois,
 uma página que daqui pra frente nunca estará em branco..
Beth Nunes
 

 



   

nuaideia2007@uol.com.br

http://www.nuaideia.com
Domínio: Beth Nunes

Copyright 2007
-201

Direitos Reservados®